• Marketing Aoop

RH: Team Ágil. We can!

É fato que neste processo de Transformação Digital, as empresas buscam melhorar cada vez mais a sua agilidade. Enquanto 94% dos líderes hoje dizem que uma área de recursos humanos inovadora e em rápida evolução é fundamental para o sucesso dos negócios, apenas 6% dizem que suas equipes de RH são "altamente ágeis".


E por que é tão difícil fazer o RH se mover na velocidade digital? Em parte, porque o RH operou de várias maneiras como uma loja de atendimento, fornecendo uma variedade de serviços administrativos isolados, desde o recrutamento e a folha de pagamento até os benefícios e as análises de desempenho. A gestão de RH muitas vezes luta para acompanhar o ritmo das novas tecnologias e para atender às rápidas mudanças nas expectativas dos colaboradores.


Hoje o RH está adotando uma mentalidade de gerenciamento de projetos para proporcionar experiências que melhor apoiem os funcionários.

Não é de admirar que os CHROs estejam adaptando metodologias ágeis (Agile) para a entrega de serviços de RH.

O Agile surgiu em 2001 como uma estrutura para o desenvolvimento colaborativo de software em ritmo acelerado. Ele conta com equipes pequenas e multifuncionais trabalhando em "sprints" para criar novos produtos.

A prática emergente do "Agile HR (Recursos Humanos)" visa trazer a mesma abordagem para redesenhar o principal "produto" do RH: a experiência do colaborador.

Converter um modelo tradicional de RH em uma operação ágil não é fácil. Mais da metade (52%) das organizações relatam desafios ao fazer a transição. Mudar o mindset é o princípio de tudo.


Embora não exista um manual das melhores práticas ágeis para os líderes de RH seguirem, isso não deve impedi-los de apoiar-se nessa ação.

Tradicionalmente, os profissionais de RH se especializam em áreas como recrutamento ou benefícios. Por outro lado, o Agile exige que os colaboradores operem como generalistas empresariais.


Precisamos permitir que os profissionais de RH gerenciem projetos de forma colaborativa em equipes ágeis. Para tanto, é necessário desenvolver o profissional de RH 'full stack', alguém que trabalhou em muitas funções de RH e entende as práticas da área de ponta a ponta.

Essa mudança cultural pode ser assustadora. Tradicionalmente, você não encontrava gerentes de produtos em RH. Mas com o foco crescente em oferecer experiências consistentes em todo o ciclo de vida dos colaboradores, desde o Onboarding até a despedida na empresa, as áreas de RH estão adotando uma mentalidade de produto para projetar experiências que realmente apoiam os funcionários.


O RH ágil não é apenas velocidade. Trata-se também de melhorar a qualidade dos trabalhos e a experiência dos colaboradores (Employee Experience). Além aumentar o engajamento.


Equipes que se apoiam estão mais bem equipadas para atender às necessidades de seus clientes, que neste caso são seus colegas.

Inúmeras questões devem ser abordadas, ao estabelecer um modelo de RH ágil, que exija planejamento sólido e gerenciamento de mudanças dentro e fora do RH. Isso causa alguma interrupção no curto prazo, mas as organizações pioneiras no modelo demonstram que os benefícios da transformação digital e de mindset no RH funcionam como um componente essencial para a próxima geração.

0 visualização